mundos imaginados

Laboratórios Experimentais de Criação em Rede


inscrições gratuitas até 30 de outubro de 2020








Num contexto regido por incertezas, este é um convite para imaginar sobre quais mundos queremos pisar num futuro não muito distante.

Em que campos de partilha repousam nossos sonhos?







Mundos imaginados quer dialogar poeticamente sobre esses lugares possíveis e impossíveis, utopias desejadas. Um processo de troca entre participantes e de criação em rede, que ao final resultará em uma publicação impressa e coletiva.


Como pano de fundo, também quer pensar o universo dos impressos e das publicações independentes e formas possíveis de circular criações a partir desse suporte.











Como dispositivo disparador de gestos poéticos, o Laboratório Experimental de Criação em Rede integra leituras de textos, reflexões, trocas de experiências, provocações, exercícios de escrita, criação de imagens, costuras, desenhos, colagens de acordo com o perfil do grupo formado.

O Laboratório compreende seis encontros virtuais, conduzidos por Camila Fialho, artista-curadora idealizadora do projeto. 



* participação gratuita | vagas limitadas










a quem se destina


Artistas, curadores, educadores, escritores, pesquisadores, poetas e criadores em geral interessades nas possibilidades de criação em rede e no suporte dos impressos e publicações independentes.

 

Pensado para acontecer nas cidades de Belém, Marabá e Santarém, agora de forma virtual, o Laboratório busca tecer trocas entre artistas preferencialmente atuantes no estado do Pará.









condições de participação


  • ter disponibilidade, interesse e tempo para experimentar a criação dentro e fora dos encontros virtuais;  

  • estar de acordo em ceder gratuitamente imagens de suas experimentações para integrar a publicação coletiva final;

  • ter acesso à internet para participar de 6 encontros virtuais com duração de 2h cada.


observações


  • os encontros acontecem uma vez por semana de forma virtual via plataforma zoom;

  • a publicação coletiva terá uma tiragem de 300 exemplares, com ISBN. Cada participante receberá gratuitamente 2 exemplares impressos.









para se inscrever, é preciso:


  • estar de acordo com as condições de participação;

  • preencher formulário abaixo;

  • atentar para o preenchimento das questões propostas, elas devem guiar seleção de participação caso o número de vagas seja excedido;


  • eleger um dos três laboratórios de acordo com sua disponibilidade de agenda:




Lab. 1: Terças, das 10h às 12h | 03 de novembro a 08 de dezembro



Lab. 2: Quartas, das 16h às 18h | 04 de novembro a 9 de dezembro



Lab. 3: Quintas, das 19h às 21h  | 05 de novembro a 10 de dezembro  



* A seleção de participantes observará linhas motivacionais e desenvoltura fabulatória; deseja-se turmas de identidades e linguagens diversas.














cronograma de atividades:


28 de outubro de 2020
bate-papo sobre o projeto Mundos Imaginados

até 30 de outubro de 2020
inscrições para participar dos Laboratórios 

1 de novembro de 2020
comunicado aos participantes selecionados 


Laboratório Experimental de Criação em Rede

opção 1
terças, das 10h às 12h |  03 de novembro a 08 de dezembro

opção 2
quartas, das 16h às 18h | 04 de novembro a 9 de dezembro

opção 3
quintas, das 19h às 21h | 05 de novembro a 10 de dezembro








Mundos imaginados é uma realização da RaioVerde sob coordenação de Camila Fialho. Contemplado pelo Prêmio Preamar de Arte e Cultura - Produção e Circulação 004/2020 da Secretaria de Cultura do Pará, e conta com apoio da Associação Fotoativa e do Instituto de Arte Vitória Barros.




Sobre Camila Fialho
Artista, curadora e gestora cultural, é colaboradora da Fotoativa desde 2014, membro do Núcleo de Núcleo de Pesquisa de Documentação vinculado ao acervo da entidade. Tem mestrado em Letras (UFRGS) e especialização em Práticas Curatoriais e Gestão Cultural pela Faculdade Santa Marcelina/SP. Suas pesquisas transitam entre poéticas do deslocamento, noções de território, modos de exploração, memória, tensões entre palavra e imagem, publicações independentes, e práticas colaborativas. Junto de José Viana, conduz a RaioVerde, plataforma de pesquisa e criação compartilhada em artes virtuais.







inscreva-se já